1998 – A Máquina de Somar

 

Marco do expressionismo nos EUA, A Máquina de Somar foi escrita em 1923 pelo dramaturgo Elmer Rice e nunca havia sido encenada no Brasil. Apresenta as angústias e os impasses do contador Sr. Zero, que mata seu chefe quando descobre que será demitido e substituído por uma calculadora, após 25 anos de serviço. Obsoleto, o desempregado é julgado, condenado à morte e executado, ascendendo aos Campos Elísios – de onde também acaba expulso, por falta de espaço. A peça teve mais de 80 apresentações, ao longo de dois anos.

 

Ficha Técnica

Texto: Elmer Rice

Adaptação: Iná Camargo Costa e Márcio Boaro

Direção: Alexandre Mate (1998), Márcio Boaro (1999)

Elenco: Daniele Riccieri, Liliana Junqueira, Márcio Boaro, Mônica Raphael, Nelson Galvão, Ricardo Agostinho, César Figueiredo, Andreia Soares, Klauss de Paula, Fernanda Stefanski, César Albanese, Andréa Dantas, Francisquin

"Que tempos são estes, em que temos que defender o óbvio?"  Bertolt Brecht

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now